Capa / Comportamento / Pastor – Uma Responsabilidade a Mais!

Pastor – Uma Responsabilidade a Mais!

Amanhã nossas Igrejas comemorarão o Dia do Pastor! Será um dia em que nossos pastores serão homenageados, alguns ganharão presentes, palavras especiais… e nós também participaremos dessa comemoração especial! Contudo, hoje, véspera desse dia comemorativo, queremos convidar nossos pastores a uma reflexão especial.

Ser pastor não deve ser a coisa mais fácil do mundo! São centenas de membros para cuidar, igrejas para administrar, problemas que advém do rebanho, outros oriundos do próprio lar, etc.

Bem… você pode me dizer: “ser gerente de banco, administrador de uma empresa, professor, etc, também não é fácil!”. E neste caso eu tenho que concordar com você! Contudo, hoje, em comemoração ao dia do Pastor, gostaria de refletir com você sobre uma responsabilidade a mais que é colocada sobre a função de pastor e sobre aqueles que assumem essa função.

Todo cristão deve ser um exemplo para o mundo. Todos nós, adventistas do sétimo dia, deveríamos estar no processo de santificação, abandonando diariamente os pecados que ainda permanecem em nossas vidas. Todos deveríamos ser capazes de como Paulo dizer “Sede meus imitadores, como também eu de Cristo ” I Coríntios 11:1. Mas os pastores têm no exemplo uma responsabilidade a mais, pelo simples fato de que são líderes espirituais.

Da mesma forma que os pais têm a obrigação de serem exemplos dentro de casa, aos filho, os pastores têm de ser exemplo aos que o cercam. No tempo de Ellen White, o fumo era um problema na Igreja. Leia com atenção o que ela escreveu:

Mas que se pode fazer para ensinar às crianças e aos jovens os males de um costume de que os pais, os mestres e pastores lhes dão o exemplo? Meninos que mal saíram da primeira infância são vistos fumando. Se alguém lhes fala alguma coisa a esse respeito, respondem: “Meu pai fuma.” Apontam ao pastor ou ao superintendente da escola dominical, e dizem: “Um homem como ele fuma; que mal faz que eu fume também?” Muitos obreiros da causa da temperança são apegados ao uso do fumo. Que autoridade são essas pessoas capazes de ter para impedir o progresso da intemperança?” A Ciência do Bom Viver, p. 329.

Essa questão do exemplo não é algo da nossa época ou da época da irmã White, mas desde sempre os líderes do povo de Deus tiveram essa responsabilidade:

A organização da igreja em Jerusalém deveria servir como modelo para a organização de igrejas em todos os outros lugares em que mensageiros da verdade conquistassem conversos ao evangelho. Aqueles a quem fora entregue a responsabilidade da administração geral da igreja, não deveriam assenhorear-se da herança de Deus, mas, como sábios pastores, apascentar “o rebanho de Deus”, “servindo de exemplo ao rebanho” (I Ped. 5:2 e 3)” Atos dos Apóstolos, p. 91.

O aperfeiçoamento do caráter deve ser uma preocupação daqueles que assumem tal responsabilidade. “Se o caráter e a conduta do pastor são um exemplo da verdade que advoga, o Senhor porá em sua obra o selo de Sua aprovação. O pastor e o rebanho serão um, unidos pela comum esperança em Cristo.” Atos dos Apóstolos, p. 516. “Visto como o homem custou tanto ao Céu, isto é, o preço do amado Filho de Deus, quão cuidadosos devem os pastores, professores e pais ser no trato das almas que foram levadas sob sua influência! É uma bela obra, tratar com mentes, e deve-se cumpri-la com temor e tremor.” Conselhos sobre Educação, p. 33.

Sob a desculpa de que “ninguém é perfeito”, muitos cristãos, inclusive pastores, têm se acomodado em suas imperfeições, quando deveriam clamar a Deus pelo poder do Santo Espírito para vencer o pecado.

Leia com atenção, a seguir, algumas orientações que a serva do Senhor deixou a nós, adventistas do sétimo dia, e especialmente a nossos pastores, acerca do exemplo que deve ser dado:

  • O pastor deve, por preceito e exemplo, ensinar o povo a considerar o dízimo como sagrado.” Conselhos Sobre Mordomia, p. 101.
  • Nossos obreiros fariam pela reforma de saúde mais pelo exemplo do que pregando-a. Quando amigos bem-intencionados fazem para eles alimentos laboriosos, eles ficam fortemente tentados a desrespeitar o princípio; mas recusando os pratos requintados, os ricos condimentos, chá e café, podem demonstrar assim que são reformadores da saúde praticantes. Alguns estão sofrendo agora em conseqüência da transgressão das leis da vida, deixando assim um estigma sobre a causa da reforma de saúde.” Conselhos Sobre Regime Alimentar, p.141.
  • Não dê nenhum de nossos pastores um mau exemplo no comer carne. Vivam, eles e sua família, segundo a luz da reforma de saúde. Não animalizem nossos pastores sua natureza e a de seus filhos.” Conselhos Sobre Regime Alimentar, p.399.
  • Nossos pastores devem tornar-se inteligentes nesta questão. Não a devem ignorar, nem se desviar pelos que os chamam extremistas. Verifiquem o que constitui a verdadeira reforma de saúde, e ensinem-lhe os princípios, tanto por preceito, como por tranqüilo e coerente exemplo.” Conselhos Sobre Regime Alimentar, p.451.
  • Alguns dos que ministram em coisas sagradas se vestem de tal maneira que, até certo ponto pelo menos, seu vestuário lhes destrói a influência do trabalho. Há visível falta de gosto na cor, e no assentamento. Que impressão causa tal maneira de vestir? É de que a obra em que eles se empenham não é considerada mais sagrada nem mais alta que o trabalho comum, como arar o campo. Por seu exemplo, o pastor faz com que as coisas sagradas desçam ao nível das que são comuns.” Evangelismo, p. 671.
  • É de suma importância que os pastores e obreiros dêem exemplo correto. Se eles sustentam e praticam princípios falhos, frouxos, seu exemplo é citado por aqueles que gostam mais de falar do que de fazer, como plena justificativa de sua maneira de agir. Cada erro cometido magoa o coração de Jesus e prejudica a influência da verdade, que é o poder de Deus para a salvação das almas. Toda a sinagoga de Satanás busca descobrir faltas na vida dos que estão procurando representar a Cristo, e tira o máximo proveito de cada falha.” Conselhos Sobre Saúde, p. 559.
  • Se os pastores que pregam o evangelho cumprissem o seu dever, e fossem igualmente exemplos para o rebanho de Deus, suas vozes levantar-se-iam como trombetas, mostrando ao povo suas transgressões e à casa de Israel os seus pecados. Pastores que exortam pecadores a se converter deveriam definir distintamente o que é pecado e o que é conversão do pecado. Pecado é transgressão da lei. O pecador convicto deve exercer arrependimento para com o Senhor, por causa da transgressão da Sua lei, e fé em nosso Senhor Jesus Cristo.” No Deserto da Tentação, p. 90.
  • O pastor deve instruir o povo sobre o governo das crianças, e seus próprios filhos devem ser o exemplo de correta sujeição.” O Lar Adventista, p. 359.
  • Deus espera que Seus pastores, em maneiras e vestuário, representem devidamente os princípios da verdade e a santidade de seu ofício. Cumpre-lhes estabelecer um exemplo que auxilie homens e mulheres a atingirem norma elevada.” Obreiros Evangélicos, p. 174.
  • Nossos pastores e suas esposas devem ser um exemplo na simplicidade do vestir; devem trajar-se com elegância, confortavelmente, usando bom material, mas evitando tudo o que se assemelhe a extravagância e adornos, mesmo que não seja dispendioso; pois essas coisas testificam contra nós. Devemos educar os jovens na simplicidade do vestuário; simplicidade com elegância. Sejam os enfeites extras postos de lado, ainda que o custo seja uma ninharia. Testemunhos Para Ministros e Obreiros Evangélicos, pág. 180.” Orientação da Criança, p. 422 e 423.

Estar à frente de outras pessoas é uma grande responsabilidade, assim como é uma obra maravilhosa a desempenhar, tendo em vista que o objetivo final é a eternidade!!

Nosso mais sincero desejo é que nossos pastores reflitam todos os dias na responsabilidade que o Senhor os confiou. Muitos jovens, hoje, questionam a validade do Espírito de Profecia por conta de palavras e atos da liderança, em especial, de seus pastores. Que os pastores que nos lêem neste momento tenham em mente quão sérias são as orientações divinas deixadas nos escritos da irmã White.

Muitos adventistas hoje não dão ouvidos à reforma de saúde, à modéstia cristã e à devolução do dízimo, por conta de palavras e atos dos pastores e suas famílias. É muito triste conversar com um jovem e tentar mostrá-lo a verdade, quando ele tem dezenas exemplos de pastores, esposas de pastores e filhos de pastores que não vivem a verdade que deveriam viver e pregar!!

Fui instruída a dizer aos professores, pastores e médicos que ocupam posições de responsabilidade na obra da mensagem do terceiro anjo: Tendes uma solene obra a fazer, uma obra santa. Os que ocupam posições de confiança na causa de Deus, devem aperfeiçoar a vida segundo a imagem divina. No lar, na Igreja, perante o mundo, cumpre-lhes revelar o poder dos princípios cristãos para transformar a vida. Trabalhem honestamente; busquem manifestar em sua obra o espírito de Cristo; lutem sempre por galgar um plano mais elevado. Quando penso nos tempos perigosos que temos diante de nós e nas grandes responsabilidades que recaem sobre professores, pastores e médicos, sinto como que um pesado fardo; e desejo que eles não se mostrem infiéis no desempenho do dever.” Conselhos Professores, Pais e Estudantes, 397

Aos pastores, desejamos nesse dia, paciência, amor, perseverança, fé e fidelidade!! Que o Espírito de Deus trabalhe em seus corações para que de fato a obra divina seja realizada!!

Aos demais irmãos, peço que orem por nossos pastores e suas famílias. Satanás está a procura de suas falhas para atrapalhar seu ministério! Apelo também para que você, independente do exemplo que tem tido de seu pastor e sua família, viva uma vida de fidelidade a Deus, e seja você mesmo um exemplo para o mundo!!! Deus quer nos usar em Sua obra. Será que nós queremos ser usados??

Related Posts with Thumbnails

Um comentário

  1. Parabéns a todos os pastores pelo seu dia! Que o Senhor lhes dê sabedoria, discernimento, coragem, poder e força para viver e defender a Sua vontade.

Scroll To Top