Igreja: um hospital ou um centro de vida saudável?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Há quem diga que a igreja é um hospital. Bom… pare e pense um pouquinho: Se você fosse se consultar com um médico obeso (não estamos aqui julgando as razões pelas quais ele é um obeso), e ele te recomendasse fazer atividade física e ter uma alimentação saudável, livre de gorduras e açúcar refinado, o que você pensaria ao vê-lo dando essas recomendações? E se você dissesse a ele “doutor, eu sei que preciso fazer isto, mas eu não consigo, é difícil”, e ele lhe dissesse “não, não é difícil, você pode”? Estas palavras seriam motivadoras para você? Quando você estivesse em sua casa, morrendo de preguiça de fazer atividade física, e lembrasse do médico e de suas palavras, você se sentiria motivado?

Agora pense numa situação um pouquinho diferente. Pense que você foi a uma consulta com um médico que está em boa forma física e tem aparência saudável. Você tem o mesmo diálogo com ele, e ele te diz “não, não é difícil, você pode”. E aí ele compartilha com você a experiência pessoal dele. Ele diz pra você que um dia ele achou que era difícil, mas descobriu formas de se motivar e vencer a dificuldade, e que hoje ter hábitos saudáveis é algo natural para ele e que você pode conseguir isto também. Seria mais motivador lembrar desta conversa com este médico saudável, na próxima vez em que você sentisse preguiça ou desânimo para sair para a atividade física?

Eu não sei o que você respondeu às perguntas acima, querida amiga, mas em minha experiência pessoal e profissional tenho percebido que as pessoas se motivam mais quando recebem apoio e instrução de alguém que experimentou vitória sobre dificuldades e pode não apenas compreender suas dificuldades mas também dar dicas de como vence-las.

“Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.” Hebreus 4:15. Jesus, nosso Salvador e Exemplo é alguém que pode compreender nossas dificuldades e fraquezas, porque se fez homem, habitou entre nós, e em carne humana venceu o pecado e a morte. Quando Ele diz “filha, você pode, pelo meu poder você pode vencer isto” Ele sabe o que está dizendo. Ele conhece o caminho da vitória. Quando Ele diz que você precisa mudar algo em sua vida, Ele não só te dá uma informação, como também dá ânimo, dá exemplo e auxílio. Ele não é um médico obeso dizendo que você precisa ter hábitos saudáveis. Ele é um médico com hábitos saudáveis, dizendo que você pode ser semelhante a Ele.

Mas… voltemos à comparação da igreja com um hospital. Eu, particularmente, considero que a aplicação desta metáfora é muitas vezes infeliz. Raramente as pessoas fazem bom uso desta. Geralmente ela é usada para justificar que tenhamos uma igreja cheia de doentes espirituais, quando não é esta a descrição bíblica da igreja de Deus que triunfará – Seu povo remanescente.

Que poder existe numa igreja onde ouvimos sermões, mas não conseguimos ver na vida das pessoas a concretização das palavras que são proferidas no púlpito? Que poder há numa igreja onde a vitória sobre o pecado só existe no falar, pois no agir o que se encontra são vícios, orgulho, fofocas, e todo tipo de problemas? Nossas igrejas estão cheias de obesos, gente que tem sido ricamente alimentada com sermões maravilhosos, estudos da bíblia, palestras, mas que não tem se exercitado na prática destas coisas e portanto não pode ensinar a outros, pois sequer vive. O descrente, ao olhar para estas igrejas (membros) os chama de hipócritas. E eu, honestamente, sinto dificuldade em argumentar contra este adjetivo quando alguém o usa para definir uma congregação na qual se decepcionou.

Querida amiga, nossa igreja não precisa ser um hospital. Ela precisa ser um Centro de Vida Saudável. Qual a diferença? Num centro de vida saudável você vai para aprender hábitos saudáveis com quem já aprendeu estes hábitos e os pratica. Com gente que pode te motivar à mudança pois tem alguma coerência com a mensagem. Não são pessoas perfeitas e impecáveis, são pessoas que abraçaram uma mensagem e buscam viver segundo esta mensagem para ajudar a outros. Não são pessoas doentes, mas pessoas saudáveis, que correm o risco de adoecer sim, mas vivem de modo a evitar as doenças. A igreja precisa ser um lugar onde as pessoas entrem e encontrem não apenas palavras bonitas, mas vidas transformadas pela Palavras de Deus, para crerem que ali existe poder, e que ali existe Verdade e Vida.

Quem é você neste Centro de Vida Saudável? Quem é você na igreja? A quanto tempo você está lá, sentando nos bancos e ouvindo mensagens? O que mudou em sua vida neste tempo? Como Paulo (I Coríntios 4:16; I Coríntios 11:1; Filiipenses 3:17), você pode ser uma inspiração para outras pessoas que reconhecem que precisam ser transformadas? As pessoas podem olhar para você e acreditar que o Seu Deus é poderoso?

Pense nisso!

Um abraço! Fique na presença do nosso amigo Jesus.

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.