Gemendo pelos pecados do povo

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

O quanto o pecado lhe faz sofrer? De que forma o pecado lhe faz sofrer?

Sua resposta pode ser “muito, o pecado me faz sofrer muito”. Você também pode dizer “o pecado me faz sofrer porque vivo a realidade de um casamento fracassado por conta do pecado”, ou “meus sonhos e projetos nunca se tornam reais por conta do pecado”, ou ainda “por causa do pecado, pessoas que amo se vão, e eu sofro com isso”.

De fato, o pecado e suas consequências nos trazem sofrimento. Mas, hoje, gostaria que refletisse sobre o sofrimento gerado pelo pecado a partir de uma nova perspectiva. Você sofre pela existência do pecado? Não suporta mais viver em um mundo de pecado? Deseja ardentemente o fim do pecado? Sente profunda tristeza ao ver um irmão pecar?

Essas não são perguntas simples de responder. Por mais que pareçam simples, essas perguntas são, na verdade, muito profundas.

O fim do pecado significa o fim de coisas que, infelizmente, aprendemos a gostar ao longo da vida. Para alguns pode ser uma novela, para outros uma roupa, uma amizade, uma comida, etc… Desejar ardentemente o fim do pecado implica em desejar ardentemente que essas coisas que gostamos, mas que desagradam a Deus, deixem de existir! Isso é fácil?

Nem sempre isso é fácil, porque isso depende muito da intimidade que temos com Jesus, e do desejo e prazer que sentimos em serví-lo.

Na Bíblia existe um texto que gosto muito e divido com você nesse momento:

“E disse-lhe o SENHOR: Passa pelo meio da cidade, pelo meio de Jerusalém, e marca com um sinal as testas dos homens que suspiram e que gemem por causa de todas as abominações que se cometem no meio dela.” Ezequiel 9:4

Deus tem um povo especial, que receberá o Seu sinal, e esse povo é descrito na Bíblia suspirando e gemendo por causa das abominações que se comete no meio do povo de Deus (Jerusalém).

Sobre esse texto, o Espírito de Profecia diz assim:

“O verdadeiro povo de Deus, os que possuem o espírito da obra do Senhor, tomam a peito a salvação de almas, verão sempre o pecado em seu caráter real, maligno. Estarão sempre a favor de lidar de maneira fiel e positiva com os pecados que facilmente assaltam o povo de Deus. Em especial na obra final da igreja, no tempo do assinalamento dos cento e quarenta e quatro mil que hão de permanecer irrepreensíveis diante do trono de Deus, sentirão muito profundamente os erros do povo professo de Deus. Isto é fortemente salientado pela ilustração do profeta, da última obra na figura dos homens cada um com armas destruidoras na mão. Um homem entre eles estava vestido de linho, com um tinteiro de escrivão a sua cinta. “E disse-lhe o Senhor: Passa pelo meio da cidade, pelo meio de Jerusalém, e marca com um sinal as testas dos homens que suspiram e gemem por causa de todas as abominações que se cometem no meio dela.” Ezeq. 9:4.

Quem subsiste no conselho de Deus a esse tempo? São aqueles que por assim dizer desculpam os erros entre o professo povo de Deus, e que murmuram no coração, se não abertamente, contra os que reprovam o pecado? São os que tomam atitude contra eles, e se compadecem dos que cometem o erro? Não, absolutamente! A menos que eles se arrependam e deixem a obra de Satanás em oprimir os que têm a responsabilidade da obra, e em suster as mãos dos pecadores de Sião, jamais receberão o aprovador assinalamento de Deus. Cairão na destruição final dos ímpios, representada na obra dos seis homens que tinham as armas destruidoras na mão. Notai cuidadosamente este ponto: Os que receberem o puro sinal da verdade, neles gravado pelo poder do Espírito Santo, representado pelo sinal feito pelo homem vestido de linho, são os que, “suspiram e gemem por todas as abominações que se cometem” (Ezeq. 9:4) na igreja. Seu amor pela pureza e pela honra e glória de Deus é tal, e têm tão clara visão da excessiva malignidade do pecado, que são representados como em agonia, suspirando e gemendo. Lede o nono capítulo de Ezequiel.” Testemunhos Seletos, Vol. 1, pág. 335 e 336.

Sofre, suspira e geme pelo pecado do povo, aquele que não tolera a desonra a Deus. Não é um sofrimentoem função das dores que o pecado causa a nós mesmos, mas em função da rebeldia contra Deus que é refletida no pecado, na afronta à honra e glória de Deus!

Será que amamos tanto a Deus, e desejamos tanto dar-lhe honras e glórias, que estamos suspirando e gemendo pelo pecado?

Precisamos refletir e agir! O tempo de receber o prometido sinal está próximo. Precisamos estar em condição de recebê-lo!

Deus nos abençoe!

6 Comentários


  1. Este mundo de pecado está cada vez pior. Sodoma e Gomorra não viram tanto! São fichinha perto disto que presenciamos todos os dias. Não podemos de maneira alguma aceitar os erros de ninguém, nem nossos. Nossa indignação por ver nossos irmãos condescendendo com certos hábitos mundanos sobe aos céus, pode ter certeza! Agora é só esperar, porque se hoje está ruim, amanhã será pior! E então o Senhor virá sobre as nuvens com todos os anjos do céu para buscar e salvar o que estava perdido. Breve, Pai, venha em breve porque não dá para suportar isto. Resta saber se estamos nos preparando para suportar as provas dos tempos do fim. Aqueles que estiverem concordando com o mundo não terão forças para lutar contra o maligno e perecerão por falta de preparo.
    Deixa a novela, filmes, música, meu irmão. Deixa as porcarias. Usa as férias para firmar seu plano de leitura diário da Bíblia e nem pensar em acompanhar BBB e outros programas que não valem a sua salvação.
    É, sou anti novela e anti BBB rsss
    Abraços


  2. Quando passamos a não nos preocupar mais com o pecado e suas consequências, significa que nossa mente está se cauterizando e o único modo de sair dessa situação é através da Palavra de Deus, transformando nossa mente na mente de Cristo.


  3. Jehovah jireh, que o Eterno Deus cubra-nos com o Seu Manto…

    “E os vossos olhos o verão, e direis: Engrandecido é o Senhor ainda além dos termos de Israel. O filho honra o pai, e o servo ao seu amo; se eu, pois, sou pai, onde está a minha honra? e se eu sou amo, onde está o temor de mim? diz o Senhor dos exércitos a vós, ó sacerdotes, que desprezais o meu nome.” (Malaquias-1:5,6.)
    “Satanás está agora usando cada artifício neste tempo de selamento a fim de desviar a mente do povo de Deus da verdade presente e levá-los a vacilar. Vi que Deus estava estendendo uma cobertura sobre o Seu povo a fim de protegê-lo no tempo de angústia; e que cada alma que se decidia pela verdade e era pura de coração devia ser coberta com a proteção do Todo-poderoso.”(Primeiros Escritos-Pág.43)
    “. Oh! se todos pudessem ter uma idéia disto como me foi revelado por Deus, a fim de poderem discernir mais os ardis de Satanás e estarem em guarda! Eu vi que Satanás estava operando dessa maneira a fim de desviar, enganar e afastar de Deus o Seu povo, precisamente agora, neste tempo de selamento. Vi alguns que não estavam firmes ao lado da verdade presente. Seus joelhos estavam trementes e seus pés escorregavam, porque não estavam firmemente plantados na verdade, e a proteção do poderoso Deus não podia ser estendida sobre eles enquanto estavam assim trementes. Satanás estava procurando lançar mão de todas as suas artes a fim de mantê-los onde estavam, até que o selamento passasse, até que a proteção fosse tirada de sobre o povo de Deus e este ficasse desprotegido da ardente ira de Deus nas sete últimas pragas. Deus está começando a estender a cobertura sobre o Seu povo, e ela logo será estendida sobre todos os que devem ter um abrigo no dia da matança. Deus agirá com poder em favor do Seu povo; e a Satanás será permitido atuar também.” (Primeiros Escritos-Pág.44)
    Assim, o selo de Deus só poderá ser aplicado pelo anjo sobre a vida de um cristão autêntico, a vida consagrada, sem manchas, lavada pelo sangue de Cristo e possuída do verdadeiro anelo de refletir a perfeição do caráter divino manifestado em Sua lei.
    Fostes selados com o Espírito Santo da Promessa.( Efés. 1:13. )Não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual fostes se-lados para o dia da redenção. ( Efés. 4:30.)
    “Que é este selo do Deus vivo, que se coloca na testa de Seus filhos? E um sinal que os anjos podem ler, mas não os olhos huma-nos; pois o anjo destruidor deve ver este sinal de redenção.” (Ellen G. White. Carta-126 de 1898, publicado em- Seventh-Day Adventist Bible Commentary (Comentário Bíblico Aventista, vol. 4) de 1.161.)
    “Oxalá que eu pudesse consolar-me na minha tristeza! O meu coração desfalece dentro de mim. Eis o clamor da filha do meu povo, de toda a extensão da terra; Não está o Senhor em Sião? Não está nela o seu rei? Por que me provocaram a ira com as suas imagens esculpidas, com vaidades estranhas?
    Passou a sega, findou o verão, e nós não estamos salvos. Estou quebrantado pela ferida da filha do meu povo; ando de luto; o espanto apoderou-se de mim. Porventura não há bálsamo em Gileade? ou não se acha lá médico? Por que, pois, não se realizou a cura da filha do meu povo?” (Jeremias-8:18 a 22.)

    Shalom…


  4. meus olhos estavam cheios
    dessas coisas deste século
    e já não aguentavam mais de ver . . .
    e se encharcaram e choraram.

    (depois de ver o clip da música “ Pode Cair o Mundo …Estou em Paz ”/ Letra: Valdecir Lima.Música: Lineu Soares)


  5. o pecado vem corroendo o povo como a lepra do passado so que muitos ja estao dormentes e nen sente mais mas tem outros que sente tanto o dele como dos outros o fim chegol temos que acordar e se agarrar firmes nas promesas de nosso criador amém


  6. Devemos dar graças de q qdo pecamos ainda nos sentimos mal, sofremos ou nos arrependemos.

    E aqueles q nem isso sentem?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.