Novas obrigações

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Essa semana li uma frase de um jovem que dizia assim:

Antes de casar eu vou providenciar minha auto-clonagem, para que exista um (fulano) eternamente solteiro e um eternamente casado.

A frase citada foi uma brincadeira que ele fez para participar de um concurso especial no mês das noivas com o tema casamento. Mas, brincadeiras a parte, essa é  uma grande realidade de muitos casamentos.

As pessoas se casam e querem continuar levando uma vida de solteiro no que diz respeito às obrigações do casamento, e desfrutar da vida de casado no que diz respeito às vantagens que o casamento oferece. É mais ou menos viver o melhor dos dois mundos, o que não é possível!

O casamento vem acompanhado de obrigações, deveres, responsabilidades, e nem todos que se casam estão prontos ou dispostos a assumir essa parte do casamento. Como consequência, começam a haver crises. Aquele (o marido ou a mulher) que é mais maduro começa a assumir a maior parte das resposabilidades e a sentir-se sobrecarregado. O stress começa a ser hóspede constante do lar, e alegria do namoro é substituída por um grande pesadelo.

“Tendes agora deveres por cumprir, que não tínheis antes de vosso casamento. “Revesti-vos, pois, … de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade.” Col. 3:12. “Andai em amor, como também Cristo vos amou.” Efés. 5:2. “Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor; porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja. … De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos. Vós maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a Si mesmo Se entregou por ela.” Efés. 5:22-25.” Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 96.

Dentro do lar é preciso que alguns papéis sejam bem definidos para que haja organização e o casal funcione como uma equipe e não como rivais.

Talvez você se sinta sobrecarregada com as obrigações do lar. Esse pode ser o momento de parar e refletir sobre os papéis que cada um tem assumido em seu casamento. Talvez seja necessário um ajuste, uma conversa, expor o que se sente, estudar juntos as orientações divinas sobre as funções de cada um, … tomar decisões e atitudes sábias, que transformem a atmosfera do seu lar mais feliz!

3 Comentários


  1. O casamento é uma grande benção de Deus para nós!!!
    Basta que o vejamos como ele é, na verdade tudo está em nossos olhos se o vemos como uma benção então será mais se vemos como maldição também será..
    Temos que deixar pra traz pequenas coisas para alcançarmos felicidade em nosso camento!!!


  2. Infelizmente há varios relacionamentos assim as pessoas se casam pensando que tudo será como antes, mal sabem elas das novas e importantes obrigações que há em um casamento.


  3. Oi Karyne!
    Como sempre um ótimo texto.
    Concordo com você, tem pessoas que entram no casamento e acham que podem viver como solteiros, mas graças a Deus que tem as pessoas comprometidas, pessoas que desejam fazer o outro feliz.

    Hoje em dia os jovens nem sempre pedem a orientação do Senhor pra encontrar a pessoa certa e acabam sofrendo depois, mas o meu desejo é que mais e mais jovens busquem em Deus e que não se apressem, mas esperem nEle, pois vale a pena.

    Um beijo bem carinhoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.