Grandes mulheres e lições em minha vida

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Olá caros leitores do blog Mulher Adventista. Escrever nunca foi meu forte, e escrever para uma série com participações tão expressivas como as que tivemos até aqui é muito mais intimidador. Escrevo mais pelo desejo de ver minha esposa feliz [sim, sou esposo de Karyne, por isso estar participando, isso se chama nepotismo. =D] do que pela convicção de ser a pessoa certa para participar de tão linda iniciativa.

Gosto muito de ser prático. Então não vou filosofar sobre a importância das mulheres, quero deixar registrados alguns fatos simples e grandes lições aprendidas. Simples em si mesmos, mas gigantes nas transformações que operaram em minha vida.

Não fui criado por meus pais, embora minha mãe sempre tenha morado perto de meus avós maternos, que foram meus pais adotivos. Mas esta é outra história, foi só para contextualizá-los.

Certo dia cheguei a casa de minha mãe, que fumava desde antes de eu nascer. Sempre que eu chegava a sua casa, ela jogava o cigarro fora. Neste dia eu falei para ela que não precisava esconder de mim. Que eu sabia que ela fumava, então, não adiantava muita coisa esconder de meus olhos.

Ela olhou pra mim e falou:

– Meu filho, a partir de hoje, nunca mais eu coloco um cigarro em minha boca. Esse foi o último.

– Não precisa fazer esse tipo de promessa mãe, eu sei que cigarro não se larga assim da noite para o dia.

Não lembro exatamente há quanto tempo esse dialogo aconteceu, mas faz pelo menos uns 15 anos. Daquele dia para cá, minha mãe nunca mais colocou um cigarro em sua boca, como prometido.

Aprendi com minha mãe que mudanças são possíveis, e que algumas só são impossíveis em realidade por que primeiro são em nossa mente.

Tenho uma filha linda que se chama Isabela. Hoje ela tem 10 anos e infelizmente mora a mais de 2.000 km de distancia de mim.

A maior parte de minha vida profissional eu trabalhei em casa. Quando ela tinha uns 3 ou 4 anos de idade mais ou menos um fato simples, ficou registrado em minha vida, e ficará para sempre.

Certa manhã eu estava trabalhando e Isabela assistia desenhos animados na TV.

– Painho! [ somos da Bahia =D ]

– Oi filha?

– Pega água para mim, por favor?!

Mais que instantaneamente me veio à mente: “eu vou ter que parar meu trabalho para pegar água para Isabela enquanto ela assiste desenho animado?”

No mesmo instante, por inspiração divina, fui levado até o universo dela, aos valores dela, à visão dela. Então percebi que na verdade eu não estava medindo o que era mais importante – se trabalhar ou ver desenho animado.

Na verdade eu estava sendo egoísta. Desprezando totalmente os valores de minha pequena filha.

Levantei da cadeira e fui até a cozinha pegar água para ela, que bebeu sem nem tirar os olhos da tela.

– quer mais minha filha?

– quero!
=D

Aprendi com uma garotinha de 3 ou 4 anos, que a visão dos outros não é inferior a minha. Que não é sábio menosprezar os valores dos outros simplesmente comparando-os com os meus. Sempre existe os “porquês”, de os outros pensarem como pensam.

Tenho uma grande amiga, que por não ter consultado ela, não informarei seu nome.

Ela perdeu o esposo de forma horrível, conheceu um novo homem e pouco tempo depois ele faleceu com um câncer, sua filha, uma linda garota, e não estou falando linda por força de expressão ou por elas serem especiais pra mim, de fato ela era uma linda menina. Com apenas 14 anos de idade, sofreu um acidente de carro, no dia do seu aniversário e morreu.

O que você pensaria sobre Deus no lugar dessa mulher?

Eu falei pessoalmente com ela, suas palavras a mim foram:

– Marquinhos, eu entrego minha vida e de toda minha família nas mãos de Deus. Tenho que confiar que isso tudo é o melhor pra mim. Não entendo nada, mas não posso duvidar que essa é a melhor forma de Deus cuidar de mim.

Quanta fé numa pessoa só.

Aprendi com ela, que amar a Deus na adversidade é algo fantástico. É verdadeiramente amá-lo. Amor sem barganha. É amar a Ele, exatamente como ele nos ama, independente de quem somos.

Minha sogra é uma pessoa fantástica. Acreditem não é bajulação. =D

Sempre observei o espírito de servidão dela. Se você for uma pessoa observadora e conviver um tempo com ela, perceberá que parece que ela vive de prontidão, observando todos em sua volta, procurando o mínimo sinal de necessidade para agir. Ela não é simplesmente o tipo de pessoa que serve, ela se antecipa as necessidades. E isso não diz respeito apenas a sua família, todos que estiverem ao seu redor serão alvo de seu espírito servidor. Dos filhos a desconhecidos.

Aprendi com minha sogra que viver para servir deve ser o alvo de todo verdadeiro cristão. Como seria nosso mundo se nos ajudássemos mutuamente como gostaríamos de ser ajudados?

Para finalizar quero falar de minha esposa – Karyne. Não vou contar nenhum caso específico, por que dela eu aprendi e aprendo diariamente. Um post é absolutamente insuficiente.

Somos muito diferentes um do outro. E isso é fantástico. Lembro-me de uma oração que fiz, falando a Deus que me sentia só, e na época tinha algumas pretendentes em mente e falava delas pra Deus, e enquanto orava uma amiga cantava uma música que dizia: “sei que tens o melhor pra mim.” Confiei na promessa, e Deus me fez viajar mais de 1.000 quilômetros para conhecer uma capixaba que mudou completamente minha vida.

Infelizmente ela não me conheceu antes, então não sabe o quanto Deus me transformou através de tudo que tenho vivido com ela. Talvez na eternidade eu tenha algum recurso para assistir com ela meu passado, quão duro eu era, quão cheio de defeitos.

Obviamente ainda tenho defeitos. Gosto muito de uma frase que diz: “Não sou o que deveria ser; não sou o que irei ser. Mas, graças a Deus não sou o que era!”

Grande parte das transformações de minha vida, devo ao fato de conhecer e casar com Karyne. Não tenho dúvida que nosso casamento foi e é um milagre de Deus.

Muitas outras mulheres foram importantes em minha vida, esse espaço é pequeno para todas, mas, por favor, sintam-se homenageadas através das mulheres aqui citadas.

Parabéns a todas as mulheres!

Vocês são a cereja no bolo, da criação Divina.

Agradecemos aos Marquinh05 pela homenagem prestada a nós mulheres!! Deus continue te abençoando!!

OBS: a princípio não entendi a metáfora da cereja, mas ele me explicou! =D (Karyne)

9 Comentários


  1. Eu entendi a metafora da cereja é pq ela é a melhor parte do bolo!!!!É ou não é!!!???
    Linda essa homenagem isso é pq ele começou dizendo q não escrevia bem!!!!
    Essa historia da mulher q perdeu td nos faz pensar na confiança em Deus e o quanto devemos nos entregar verdadeiramente a Ele!!!


  2. parabens marquinho, pela linda homenagem a tua esposa e a nós tb, continuar crendo em um DEUS vivo e poderoso em certos momentos males de nossas vidas, é mais ainda a certeza que ele sabe o que faz, eu bem sei disso…forte abraço e vale apena confiar em DEUS


  3. Olá, Marquinh05, você é realmente muito afortunado. Aliás, você é duplamente afortunado: por ter mulheres epeciais em sua vida e aprender com elas e por reconhecer o valor de cada uma.
    Parabéns, pela mensagem. E, parabéns a você também, Karyne, por ser a inspiração de seu esposo. Que Deus abençoe ricamente o casal.


  4. Obrigada pelo seu carinho e pela homenagem, Você é um filho especial.
    Que Deus abençoe e ilumine a sua vida junto com a minha querida filha, Karyne.
    Amo Vocês!!!!


  5. Parabéns pelo texto,Marcos!Histórias nos remetem a muitas lembranças, a outras histórias; e acho que é por isso que gosto tanto delas. Enquanto lia esse texto fiz um retrocesso das mulheres q tbém ensinaram-me lições
    importantes sobre a vida.Algumas bem próximas (como a mãe da gente),outras que passaram apenas por poucos minutos, mas tinha algo a me dizer. E tantas outras q deixaram histórias de perdão,luta,humildade,sabedoria,etc… e q podemos encontrá-las na Bíblia,como se o tempo não tivesse passado, porque entre nós, o q existe é a cumplicidade de sermos mulher. E para isso não há uma linha do tempo.À
    Karyne q idealizou a promoção,parabéns pela criatividade e a todos os posts tbém.Que Deus dê sabedoria a cd um de nós q tem feito da mídia vitual,um meio de levar a msg de Deus a tantos outros lares.Abraços,Selma.


  6. Parabens e obrigada pela mensagem, obrigada também por falar um pouquinho sobre seu casamento é dificil ouvir um homem falando sobre como as diferenças são os que nos fazem um só ser.Parabens por ser um pai que se importe com a visão de um criança isso é dificil hoje.Tenho certeza que o seu casamento é um milagre e parabens pela esposa criativa que você tem depois que conheci esse site cada dia me sinto transformada…
    Que Deus os abençoe


  7. Olá Marquinhos!
    Achei lindo o teu texto, muito sincero e carinhoso.

    Fiquei sensibilizada com a história da irmã que perdeu os maridos e a filha e graças a Deus que ela continua firme. Isso é ter fé, que benção esse testemunho!

    Com certeza conviver com a Karyne é uma benção, pois ela, através das suas mensagens demonstra o quanto o Senhor a tem usado para alcançar vidas.

    Um grande abraço pra você e um beijo carinhoso na Karyne.
    Parabéns ao casal.


  8. Nossa foi muito bom ler td isso….
    E é bom saber cm nós mulheres influenciamos(para o bem) a vida de nossos homens, filhos, maridos, genros…
    parabnes Karyne seu marido é uma benção!


  9. Parabéns!!! por nos privilegiar de forma tão carinhosa, principalmente colocando essas mulheres fantásticas como exemplo, pois através delas poderemos aprender mais e mais. Um abraço na família e os esperamos aqui em Paulo Afonso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.