A autoestima e a vida cristã

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Vocês… são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas para a Sua maravilhosa luz” IPe 2:9.

O que você pensa sobre você? Quais os sentimentos que possui sobre si mesmo?

A autoestima é um sentimento que nutrimos a respeito de nós mesmos. Costumamos chamar de alta autoestima quando esse sentimento é bom (eu gosto de mim) e baixa autoestima quando esse sentimento é ruim (não gosto de mim, tenho pensamentos ruins sobre mim).

Nossa autoestima e nosso autoconceito (o que pensamos de nós mesmos) são construídos ao longo de nossas vidas. Aquilo que fazemos e o resultado do que fazemos, como as pessoas nos vêem, o que falam para nós sobre nós mesmos, como nos tratam, os ideais de comportamento e estética da sociedade… tudo isso tem participação na construção de nossa autoestima.

Muitas pessoas enfrentam dificuldades na vida devido a uma autoestima baixa. Outros, devido a essas dificuldades, começam a produzir uma baixa autoestima. O fato é que não vivemos em um mundo perfeito, e estamos suscetíveis a termos problemas de autoestima!

Como podemos ter problema de autoestima em nossa vida cristã??

Grande parte dos problemas de autoestima que as pessoas enfrentam estão relacionados aos “modelos” que eles desejam seguir. É comum, por exemplo, ver mulheres com baixa autoestima porque não têm o corpo das mulheres que são instituídas como padrões de beleza.

Transpondo essa idéia para nossa vida espiritual, quem é nosso modelo a ser seguido? Cristo Jesus!!! Somos parecidos com esse modelo ou estamos tão distante dele quanto algumas mulheres estão dos padrões de beleza instituídos socialmente?

Em 2009, tivemos uma Meditação Matinal maravilhosa com o título “Jesus Meu Modelo”. Estudando diariamente essa meditação, percebi quão distante estou dos ideais de Deus! Ao contrário do que devo fazer em relação aos ideais humanos, os ideais divinos devem servir de orientação para minha vida no que diz respeito aos meus procedimentos e meu caráter.

Como nosso Salvador, achamo-nos neste mundo para servir a Deus. Aqui nos achamos a fim de nos tornarmos semelhantes a Ele no caráter, revelando-O ao mundo mediante uma vida de serviço. Para sermos colaboradores Seus, para sermos semelhantes a Ele, e Lhe revelarmos o caráter, precisamos conhecê-Lo direito. Cumpre-nos conhecê-Lo tal como Ele Se revela a Si mesmo.” A Ciência do Bom Vive, p. 409

Devo ter baixa estima espiritual porque não estou de acordo com os ideais divinos? Não. Devo na verdade reconhecer quão dependente sou de Deus, o quanto preciso do poder de Seu Santo Espírito, para ter um caráter mais semelhante ao de Jesus. Devo reconhecer que o sacrifício de Cristo Jesus diz o quanto sou valiosa para Ele, e a opinião dEle é importante o suficiente para me fazer feliz! E grata pelo Seu sacrifício, e a graça que me é oferecida, devo me colocar inteiramente em Suas mãos, para que meu caráter seja moldado de acordo com este modelo.

As pessoas sofrem de baixa autoestima no mundo, porque além de não atenderem aos padrões socialmente estabelecidos, não sabem ou não têm condições de chegar a atender a esses padrões. Em nossa vida espiritual não é diferente!! Sozinhos, não temos a menor chance de atingir ao elevado padrão que nos é posto por modelo, mas ungidos com o Espírito de Deus, produziremos o fruto do espírito, que é a revelação de um caráter mais semelhante ao de Jesus!

Não estamos sozinhos! Não precisamos lutar com nossas próprias forças! Temos um Deus poderoso à nossa disposição, que deseja moldar-nos e aperfeiçoar-nos. A questão é: eu quero ser moldada por Ele?

Perdemos muitas e ricas bênçãos porque negligenciamos buscar o Senhor com coração humilde. Quando formos a Ele com coração sincero, pedindo-Lhe que revele nossos defeitos, Ele nos mostrará um quadro verdadeiro de nós mesmos, refletido no espelho de Sua Palavra. Então, tendo nos visto como Deus nos vê, não saímos esquecidos de que tipo de pessoas somos. Vamos estudar cuidadosamente os traços defeituosos de nosso caráter e buscar graça para torná-los semelhantes ao padrão apresentado na Palavra de Deus” (Ellen G. White, The Lake Union Herald, 3 de novembro de 1909).

Ore diariamente pedindo a Deus o batismo do Espírito Santo. Com o Espírito de Deus atuando em nossas vidas, poderemos viver a vida cristã que Deus deseja que vivamos!

Deus nos abençoe!!

3 Comentários


  1. Olá Karyne!

    Que mensagem maravilhosa essa querida. É tão importante ter claro na nossa mente e coração que temos um Deus maravilhoso, que se importa conosco, que nos ama. Então devemos olhar pra Ele, tê-LO como nosso modelo, para que possa trabalhar na nossa vida e mudar o que precisa ser mudado. Que possamos ir humildemente, como diz Ellen White, na presença do Senhor e pedir que Ele nos transforme. Nos mostre a nossa falha e trabalhe em nossos corações.

    A baixa auto-estima tem infelizmente invadido os corações de pessoas maravilhosas que não tem erguido os olhos pra contemplar a Jesus. Como dissestes, não somos perfeitos e não conseguimos sozinhos, mas quando pedimos ao Senhor que nos encha com Seu espírito, vemos nossa vida mudar.

    Temos valor, a prova está na cruz. O Senhor deu a Sua própria vida para nos salvar. Olha o valor inestimável que temos.

    Um beijo e um feliz sábado pra você e pra todos que passam por aqui!


  2. Ei Cida, querida!!!

    Muito bem colocado!! Temos um grande valor, e só é possível descobrirmos isso quando estamos em comunhão com Deus!!

    Que Deus continue te usando de forma maravilhosa!!

    Forte abraço!! Beijos!


  3. Karyne,é muito bom complementar a Escola Sabatina c/ os artigos que vc posta no site>Que Deus a acolha sempre em seus braços de Amor. Tenha um bom sábado!Selma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.