Escolhendo a casa

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Escolhe o local em que será estabelecido o lar é uma parte muito importante da preparação para o casamento. A casa que escolhemos para morar influenciará tanto em nossa saúde física e emocional, como em nossa saúde espiritual. Pode parecer estranho, mas é a mais pura realidade.

Nem todo casal casa com condições financeiras suficientes para comprar uma casa própria. Essa é uma realidade constante, e não podemos desconsiderá-la. Contudo, ainda que não haja condições de adquirir uma casa própria, alguns cuidados devem ser tomados em relação ao local em que o casal irá morar.

Ellen White deixa-nos alguns conselhos:
“O ambiente material das cidades constitui muitas vezes um perigo para a saúde. O estar constantemente sujeito ao contato com doenças, o predomínio de ar poluído, água e alimento impuros, as habitações apinhadas, obscuras e insalubres, são alguns dos males a enfrentar.” A Ciência do Bom Viver, p. 365
“Em vez de morar onde só se podem ver as obras dos homens, onde o que se vê e ouve freqüentemente sugere pensamentos maus, onde a balbúrdia e a confusão produzem fadiga e desassossego, ide para um lugar onde possais contemplar as obras de Deus. Buscai tranqüilidade de espírito na beleza, quietude e paz da Natureza.” A Ciência do Bom Viver, p. 367
“Mobílias trabalhadas e custosas representam não somente um desperdício de dinheiro, mas daquilo que é mil vezes mais precioso. Elas trazem para a família pesado fardo de cuidados, labores e perplexidades.” A Ciência do Bom Viver, p. 367

Nem sempre é possível morar em meio à natureza, longe de confusão e correria da cidade. Mas podemos organizar nosso lar de forma que venha a promover saúde e bem-estar. Algumas plantas no quintal ou varanda, ambientes bem ventilados dentro de casa, móveis de fácil limpeza, iluminação adequada nos cômodos da casa, são coisas simples e fáceis de providenciar.

O tamanho da casa e a quantidade de móveis também é algo a ser pensado. Casas grandes, com muitos cômodos e móveis servem muito mais para dar trabalho do que para atender às necessidades da família. Mesmo casas pequenas, mas com muitos móveis não é o ideal! A mulher precisa lembrar que quanto mais coisa tiver, mais coisa terá pra manter em ordem!!

Um conselho que considero essencial deixar é o seguinte: evite ao máximomorar dentro da casa dos pais!! É certo que algumas pessoas têm pouca condição de pagar até mesmo um aluguel, contudo, morar dentro da casa dos pais pode trazer grandes danos ao casamento!! Morar no mesmo prédio, ou no mesmo quintal dos pais é uma coisa. Para alguns é tranqüilo, para outros nem tanto. Mas, por mais desconfortável que às vezes possa ser, ainda é um cantinho do próprio casal. Contudo, quando o novo lar se estabelece dentro de outro lar, a situação fica complicada, desde questões sexuais até o desempenho dos papéis.

Peça auxílio a Deus nas decisões a serem tomadas sobre onde irão morar. Sem dúvida, Deus estará a disposição para auxiliar nessa escolha. “Ao procurar-se a localização para um lar, permita-se que esse propósito dirija a escolha. Não sejais dominados pelo desejo da riqueza, pelos ditames da moda ou os costumes da sociedade. Considerai o que melhor contribuirá para a simplicidade, pureza, saúde e valor real.” A Ciência do Bom Viver, p. 363

3 Comentários


  1. muito boa a materia…conheço amigos q se casaram e ficaram na casa da mãe e não deu certo…outro ficou morando nos fundos e tbm nao deu certo.

    Pode ser um ditado bovo: “mas quem casa quer casa”!
    ou então pq não: “quem casa deve ter a sua casa”


  2. Ter nosso próprio cantinho não tem preço!
    Escolher os móveis, a cor, tudo do seu jeitinho é bom demais. Quando compramos as coisas aki da casinha, sempre levamos esses conselhos de Ellen White. Por isso aki em casa é bem simples, não tem muito ‘penduricalho’ que, embora eu ache uma graça, acaba dando muito trabalho pra limpar, organizar e tomando nosso precioso tempo.

    Beijo, Karine!


  3. Pois é… cada caso é um caso!!!

    O fato é que independente do caso, todos precisamos de um espaço que ofereça privacidade ao casal. Isso é o mínimo. Em cada caso essa privacidade terá exigências diferentes. Alguns conseguiram morar no mesmo quintal, outros precisarão morar em outra cidade… o fato é que cada um precisa ter seu cantinho!!

    Muitos problemas são evitados quando pensamos nisso! 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.