“Jônatas: Nascido para a grandeza” – Lição 4

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Feliz Sábado queridos!!

Durante essa semana pudemos refletir um pouquinho na história de Jônatas. O que você sabia sobre Jônatas, além de que ele é filho do rei Saul e grande amigo de Davi? Pouco se fala sobre esse rapaz de nobre caráter.

Literalmente, Jônatas era nobre, por nascimento e em caráter. Tendo tudo para seguir o caminho do pai e se distanciar dos ideais divinos, Jônatas foi fiel a Deus, respeitou ao pai e foi fiel ao seu amigo Davi. Ao estudar sua história essa semana, senti que Jônatas era alguém em quem se podia confiar.

Por ser alguém de caráter tão nobre, me questionei o fato de ele não ter se tornado rei, e encontrei aí uma grande lição que Jônatas deixou para nós, cristãos – Humildade!!

Uma pessoa que se dedica ao trabalho, é esforçado, produz bons resultados para empresa, etc., pode achar injusto não receber uma promoção. Um filho que é obediente, honra aos pais, e cumpre com suas funções no lar, pode não achar justo ganhar um presente semelhante ao do irmão rebelde. A esposa que auxiliou o marido em casa, foi paciente e amaável, trabalhou fora para ajudar no orçamento, e “segurou as pontas” para que ele pudesse concluir seu curso superior pode não achar justo não ser sequer citada nos agradecimentos escritos por ele no convite de formatura.

Não costumamos julgar justas situações em que pessoas boas não recebem o que há de melhor, ou pelo menos o que seria seu por direito! Acontece que justiça é uma das coisas que não entendemos bem!! A justiça humana está longe de ser parecida com a justiça divina, e ao estudar a história de Jônatas, e outros personagens bíblicos que veremos ao longo deste trimestre, precisamos cuidar para não julgar ser injustas as coisas que lhes aconteceram.

“[…] e lhe disse: Não temas, porque a mão de Saul, meu pai, não te achará; porém tu reinarás sobre Israel, e eu serei contigo o segundo, o que também Saul, meu pai, bem sabe.” I Sam. 23:17. Essa é a resposta de um homem com caráter para assumir um trono. Mas Deus tinha outros planos para Seu povo, e para esse nobre jovem!

Ellen White inclui Jônatas no grupo dos que “mediante a abnegação, entraram na comunhão dos sofrimentos de Cristo” (Educação, p. 156) e continua dizendo: “Jônatas – por nascimento herdeiro do trono e não obstante ciente de que fora posto de lado pelo decreto divino; o mais terno e fiel amigo de seu rival Davi, cuja vida ele protegia com perigo da sua própria; firme ao lado do pai através dos tenebrosos dias de seu poder em declínio, e a seu lado tombando ele mesmo finalmente – acha-se o seu nome guardado como tesouro nos Céus, e na Terra permanece como um testemunho da existência e do poder do amor abnegado.” Educação, p. 157

“Visto não estar entretecido na vida prática o amor abnegado de Cristo, a igreja está fraca, onde deveria ser forte.” Conselhos sobre Mordomia, p. 54. O mundo precisa de pessoas como Jônatas! A IASD precisa de Jônatas modernos!! Que Deus nos abençoe para que sejamos tão fiéis e nobres como esse rapaz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.