Tirando o Fardo Das Costas

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Passar por problemas é algo normal do ser humano. Existem pessoas que têm mais dificuldade de controlar a situação do que outras, a diferença ocorre porque não somos iguais, cada um tem seu jeito de lidar com determinado problema. Um escritor escreveu:

(…)
Algumas pessoas têm atritos ou decepções com os outros com facilidade. Pensam demais em todas as injustiças que lhes fizeram. Repetem e remoem as cenas que as feriram. Imaginam respostas que deveriam ter dado e não deram. Assim levam seus inimigos para debaixo do lençol, e, pior ainda, para o teatro de sua mente. Vivem um teatro de terror.

Fica mais barato não esperar muito das pessoas e perdoá-las, mesmo que elas não mereçam. Faça isso por você. Os inimigos que não perdoamos dormirão em nossa cama e perturbarão o nosso sono…
(…)
Augusto Cury.

E isso que ele escreveu está correto. A preocupação que temos quando algo dá errado é tanta, que passamos horas pensando na solução e até nos esquecemos qual era realmente o problema.
Acredito que uma das piores situações que passamos é quando nos decepcionamos com pessoas próximas de nós, justamente aquelas em quem tanto confiávamos e esse é um dos motivos, não que não devemos confiar em ninguém, mas não devemos depositar todas as nossas esperanças em meros seres humanos como nós.

Constantemente familiares, amigos nos machucam. É claro, temos que sempre lembrar que eles são como nós. São pessoas, pessoas que erram, que não tem bolas de cristal, porque por muitas vezes nos entristecem sem se darem conta do que fizeram, não entendem o motivo de estarmos tristes e por isso precisa ser dito a eles qual o problema e perdoá-los pelo ocorrido.

A vida tem seus altos e baixos, uma hora estamos bem, felizes, conversando com todos e de repente, pronto, um olhar triste, noites longas, choros profundos. Mudamos constantemente de opinião, precisamos confiar completamente em alguém que é seguro, firme e que nunca muda. Esse Alguém é Deus. Ele nunca nos decepciona, não importa o que aconteça. Podemos passar por lutas imensas, Ele nos toma em seus braços, juntamente com nossos problemas e nos leva pra um lugar seguro. Ama muito cada um de nós, tanto, que enviou Seu único filho para morrer por nós e é Ele quem diz: “Eu digo isso para que, por estarem unidos comigo, vocês tenham paz. No mundo vocês vão sofrer; mas tenham coragem. Eu venci o mundo.” João 16:33

Texto enviado por Mariana Cordeiro Nascimento, de Paulínia – SP. Ela é estudante e freqüenta a IASD Central.

Texto enviado para a Promoção de Aniversário de 1 ano do Blog MulherAdventista.com

3 Comentários


  1. Gosto de pensar assim também, mas isso exige disciplina e permanente relacionamento com Deus… Leituras assim contribuem para a aquisição dessa disciplina.
    Obrigada Celina por indicar pra mim esse lindo blog, bjs


  2. Olá Mariana!
    Precisamos mesmo confiar inteiramente no Senhor, pois Ele é com certeza a nossa segurança e jamais mudará. Nós seres humanos que somos inconstantes, mas temos que buscar nEle o equilíbrio, a tranquilidade a segurança e a verdadeira paz, que só Ele pode nos dar.
    Um beijo querida.


  3. O relacionamento que mantemos com Deus é fundamental para o desenvolvimento da nossa fé. Quanto mais conhecemos mais amamos, mais confiamos. Um forte abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.