“O Homem de Romanos 7” – Lição 8

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

“Agora, porém, libertados da lei, estamos mortos para aquilo a que estávamos sujeitos, de modo que servimos em novidade de espírito e não na caducidade da letra” (Romanos 7:6)

Durante essa semana estudamos um capítulo de Romanos que é pouco entendido pelos cristãos. Será que após 7 dias de estudo temos um entendimento melhor deste capítulo? Gostaria de usar esse espaço para chamar a atenção para dois tópicos.

Muitos cristãos usam textos de Romanos 7 para provar que a lei não precisa ser obedecida, que ela foi abolida e que não há necessidade de guardar os mandamentos de Deus hoje. Não compreendem que o que se cumpriu e se encerrou em Cristo foram crimônias que apontavam para o ministério de Jesus. O povo de Israel havia recebido de Deus instruções quanto aos rituais que apontavam para a vida do Salvador que viria livrá-los da escravidão do pecado. Em Jesus, cada cerimônia se tornou real e perpétua. Por que então continuar praticando rituais que haviam perdido o objetivo que era apontar para o Salvador? O sacrifício do cordeiro, assim como outros rituais, devia cessar porque o cordeiro verdadeiro já havia sido morto, e a morte dele era estendida a todos os homens, de todas as épocas.

Outro assunto importante que queremos colocar aqui é o homem que vive a luta do espírito e da carne. Alguns dizem que Paulo estava falando de sua luta, do conflito entre o que ele queria fazer e o que ele fazia. Contudo, no capítulo anterior, Romanos 6, Paulo fala de um novo homem que vive em novidade de vida, sob o qual o pecado não tem domínio. Além disso, no capítulo 8, Paulo retoma a idéia de que na nova vida em Cristo não há lugar para a vida passada, que segundo o capítulo 6 morreu.

Como entender o homem de Romanos 7?

Paulo falava de si mesmo, pelo fato de todo o texto estar em primeira pessoa?

Analisemos alguns detalhes:

No verso 9 do capítulo 7, Paulo diz que “em algum tempo ele vivia sem lei”. Ora, sendo Paulo Judeu e ensinado aos pés de Gamaliel, em que época Paulo viveu sem lei?

No verso 14 ainda do capítulo 7, Paulo diz:  “eu sou carnal, vendido sob o pecado.” É correto entender que Paulo se denomina carnal e vendido sob o pecado, após tantas afirmações de libertação no capítulo 6? Como Paulo pode se dizer uma pessoa carnal e no capítulo seguinte afirmar:

“Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito.” Verso 5

“Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus.” Verso 8

Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.”

Se crermos que Paulo falava de si mesmo no capítulo 7, ele próprio está se condenando e afirmando não agradar a Deus?

Precisamos entender o capítulo 7 a luz dos capitulos 6 e 8. Precisamos de uma compreenção global da mensagem de Paulo.

Este post ficaría muito extenso se fizéssemos um estudo aprofundado do tema. Em resumo, Paulo não estava falando de sua condição, mas da condição de alguém não convertido, de alguém que ainda não vive a realidade da libertação daescravidão do pecado, ensinada no capítulo 6.

Um dos melhores trechos da lição e que clareia esta ideia está na parte e quarta-feira. colocaremos o texto na integra, para entendimento e meditação.

“Infelizmente, deixando de renovar diariamente sua dedicação a Cristo, muitos cristãos, na realidade, estão servindo ao pecado, por mais que abominem admitir isso. Racionalizam que estão passando pela experiência normal de santificação e que simplesmente ainda têm um longo caminho a percorrer. Assim, em vez de levar os pecados conhecidos a Cristo e pedir a vitória sobre eles, escondem-se atrás de Romanos 7, que lhes diz, pensam eles, que é impossível fazer o que é certo. Na realidade, esse capítulo está dizendo que é impossível fazer o certo quando a pessoa está escravizada ao pecado, [o que notóriamente não era a condição de Paulo] mas a vitória é possível em Jesus Cristo.” (grifo nosso)

 Você está tendo as vitórias sobre o eu e o pecado que Cristo promete? Se não, por quê? Que escolhas erradas você, e você só, está fazendo?

Nowadays, many patients become constrained when trying to buy medicines online because they don’t know what is approachable. What factors do folk think when they solve to purchase any drugs? There are divers afflictions such as cancer which have no cure. One of the most famous preparation is Viagra. Viagra is a drug used to treat sundry maladies. What do you already know about can you order viagra online? Our product focuses on the evaluation of erectile disfunction and . Matters, like , refer to sundry types of heartiness problems. The symptoms of sexual soundness problems in men include failure to have any hard-on. By the way, hard-on dysfunctions can be first symptom of serious heartiness problems, such as diabetes. There are risks possible with any type of drug. Discuss the matter with your physician to ensure that you can use any kind of drug. The more information you can provide, the better able your sex therapist will be to help.

4 Comentários


  1. Muito esclarecedor esse texto.
    As cartas de Paulo tem realmente alguns pontos difíceis de entender como Pedro mesmo relata nestes versículos:”E tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor; como também o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada; falando disto, como em todas as suas epístolas, entre as quais há pontos difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem, e igualmente as outras Escrituras, para sua própria perdição.” 2Pedro 3:15,16
    Paulo realmente não poderia ser um homem carnal, pois ele diz em uma de suas cartas para que sejam seus imitadores como ele mesmo o é de Cristo.


  2. romeucaraujo@gmail.com

    Exatamente isso. Estamos sem pecado e livres da Lei.

    Nao estamos mais sobre a lei e sim como verdadeiros cristãos somos guiados agora pelo Espírito Santo.
    Como diz as escrituras, o verdadeiros filhos de Deus sao guiados pelo Espírito Santo e nao pela lei.


  3. romeucaraujo@gmail.com
    “Agora, porém, libertados da lei, estamos mortos para aquilo a que estávamos sujeitos, de modo que servimos em novidade de espírito e não na caducidade da letra” (Romanos 7:6)

    Aqui não esta falando de rituais, esta falando ou se referindo a lei dos dez mandamentos.
    O pecador depois de batizado ele morre e ressuscita e novidade de vida ou novidade de espirito.
    O espirito humano é restaurado, torna-se um só quando se une ao espirito de Cristo.

    Será que Paulo quando escreve romanos 7 ele era pecador ou santo?


  4. Romeu, já conversamos bastante sobre esse assunto ao longo de vários posts no blog, mas o irmão se recusa a entender, e volta em questionamentos que já fez, e que já foram elucidados aqui.

    O irmão tenta polemizar algo simples. Tentarei ser clara, e já peço que o irmão pare de perguntar e começe a pedir orientação do Espírito de Deus sobre o assunto, pois Ele será muito claro em lhe responder!!

    1. A lei de Deus não foi abolida. O povo de Deus é descrito no apocalipse como sendo os que guardam os mandamentos de Deus e tem a fé em JEsus (Ap. 14:12).
    2. Não somos salvos por obedecer a lei. Somos salvos pela graça de Jesus, unicamente. Porque fomos salvos, vivemos em novidade de vida, de acordo com a orientação do Espírtio Santo, que nos guia a uma vida conforme a vontade de Deus (João 16:13). Isso significa, irmão, que o Espírito Santo me guia a não adorar outros deuses, a não fazer imagens de escultura, a não tomar o nome de Deus em vão, a santificar o dia do Sábado, a honrar pai e mãe, a não matar, não furtar, não adulterar, não dizer falso testemunho e não cobiçar. Em nome desse falso evangelho é que pessoas adulteram e dizem estar sob orientação do Espírito de Deus. Mentem e roubam dinheiro de fiéis, dizendo estar sob a orientação do Espírito de Deus. Quanto engano. Esse sim é um evangelho medíocre, que ensina que fomos salvos para viver a vida como queremos, colocando no Espírito Santo a responsabilidade por nossos atos, inclusive os que violam a sua lei. Isso vai contra tudo que está escrito na Bíblia.
    É impossível um crente estar unido a Cristo e viver em desarmonia com sua lei.
    3. Todo e qualquer argumento contra a validade da lei de DEus é movido por um único ser – o Diabo. Ele é o pai da mentira, e ele tem enganado a muitos. Ele levou homens a mudarem o dia de adoração do sábado para o domingo (sim e a igreja católica não esconde que foi ela que fez essa modificação. E a história é clara em mostrar que a união da igreja ao paganismo resultou nessa modificação desaprovada por Deus). É ele que cria argumentos para que igrejas que não se submetem à igreja católica possam disseminar pregações erradas contra o sábado sem deixar parecer q estão agindo como a igreja romana, já que a consideram a besta.
    4. Jesus nos libertou da escravidão do pecado, e não da guarda da lei. A lei é perfeita e nos faz permanecer em liberdade quando a obedecemos: “Aquele, porém, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade, e nisso persevera, não sendo ouvinte esquecidiço, mas fazedor da obra, este tal será bem-aventurado no seu feito.” Tiago 1:25

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.