“Otimismo: felicidade e cura” – Lição 11

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Esta semana estudamos sobre um assunto com o qual me relaciono a algum tempo. Particularmente, gostei muito do fato de a lição desta semana ter abordado essa temática, espero que todos vocês tenham tirado proveito disso!

Desde 2006 estudo a temática da Depressão. Já tive e tenho pacientes que sofrem deste problema e, sinceramente queridos, não é fácil conviver com a depressão!

Há uma série de coisas importantes que eu poderia falar sobre a Depressão, mas isso ficará para uma outra ocasião. O que tenho tentado explicar nos lugares por onde passo, fazendo palestras sobre esse assunto, é que (1) depressão e tristeza são duas coisas diferentes, (2) a depressão é algo muito sério, (3) não é pecado ter depressão.

Há cristãos que dizem (e eu já ouvi pessoas falarem isso mais de uma vez) que tem depressão quem está longe de Deus! Eu, enquanto Psicóloga e Cristã, não posso acreditar nisso. Cada indivíduo deprimido tem uma razão peculiar para estar assim, e um servo de Deus pode se encontrar em algum momento num estado depressivo.

Então, como reagir a este transtorno que nos tira completamente o ânimo e o prazer em fazer diversas coisas? O comportamento otimista, sobre o qual a lição falou essa semana, é uma ótima ferramenta para combater a depressão.

Aprendemos em algum momento da vida que é o que sentimos que controla o nosso comportamento. Então a gente come porque sente vontade de comer, a gente dorme porque sente sono, a gente sai porque sente vontade de sair, etc! Essa crença não nos auxilia de forma alguma, principalmente se estivermos sofrendo com a depressão, onde a vontade de fazer algo que gostamos é rara!

Nossos comportamentos produzem sentimentos e sensações boas e ruins. Comportamentos otimitas, de forma especial, podem produzir boas sensações. Há pouco tempo escrevi sobre isso em meu site pessoal (para ler, clique aqui).

Faça uma experiência agora. De frente para o computador, olhando para esse texto, dê um largo sorriso! Isso mesmo, sorria!! Conseguiu sentir algo bom? Sorrir promove uma sensação gostosa!! Por que não sorrir mais durante o dia então? Por que esperar que coisas boas ou engraçadas aconteçam para então sorrir?

Passar o dia sorrindo não tira ninguém da depressão, mas sorrir, ter comportamentos otimistas, entre outras coisas, podem nos ajudar a ter uma vida melhor, e para o deprimido é uma forma de encarar o mundo de uma maneira diferente.

“O coração alegre é bom remédio, mas o espírito abatido faz secar os ossos” (Pv 17:22).

2 Comentários


  1. Também gostei muito da lição dessa semana, bem como de todas até aqui.
    Abraços a toda equipe e que Deus continue usando vocês na publicação de tantos artigos abençoados.


  2. Também gostei muito da lição dessa semana, bem como de todas até aqui.Abraços a toda equipe e que Deus continue usando vocês na publicação de tantos artigos abençoados.
    +1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.