Eu Acredito em Milagre

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

No ano de 1990 minha família viveu uma situação de angustia, tensão e medo. Neste ano, minha mãe passou por alguns exames, após sentir alguns incômodos, e foi constatado que ela estava com câncer na região do útero e intestino. O médico, para dar a noticia pediu a presença dos filhos. Compareci no consultório acompanhado de meus dois irmão mais velhos e recebemos a notícia.

Tivemos que tomar uma decisão imediata, quando o médico falou que a situação de nossa mãe não era simples, e colocou diante de nós duas opções. A primeira era passar por uma cirurgia para tentar extrair a área afetada, neste caso se não fosse bem sucedido ela poderia ter uma sobrevida de mais seis (06) meses. A segunda era não mexer e entrar com tratamento de radioterapia, esse poderia causar alguns desconfortos e posteriormente, conforme a reação do primeiro tratamento, entraria com a quimioterapia, e isso poderia dar a ela uma sobrevida de mais doze (12) meses.

Diante dessas duas opções, preferimos a segunda, pois diante do risco da primeira, teríamos ainda um tempo maior para estar com ela. O médico então nos orientou sobre o tratamento e nos pediu para que ela não sofresse nenhum tipo de aborrecimento, e que também ela não ficasse sabendo da gravidade do problema. Diante desta situação, tentamos manter o segredo. Mas minha mãe é muito esperta, é difícil alguém esconder alguma coisa dela! Então, desconfiada da situação, esperou o momento oportuno e pegou a pessoa da família que não consegue guardar segredo por muito tempo, e a pressionou. Imediatamente ficou sabendo que estava com câncer.

Para nossa surpresa, ao invéz de ela se abater, passou a ser uma mulher mais animada, buscando sair da rotina do dia a dia, coisa que ela nunca deu importância. Mudou alguns hábitos alimentares, continuou fazendo suas atividades dentro das possibilidades. Quando nós saíamos para algum passeio, imediatamente ela se oferecia para ir junto.

Acompanhado dessa animação toda, passou a confiar muito em Deus e orar bastante. Nesta ocasião, a igreja onde minha família freqüenta (Igreja Adventista do Ibes) se envolveu intensamente em oração. Durante esse período de oração minha mãe foi submetida ao tratamento radioterápico. Esse tratamento foi doloroso!

Após três meses de tratamento, o médico solicitou todos os exames novamente para ver o que faria daí para frente. Quando ela levou o resultado, ele solicitou que ela repetisse todos os exames novamente. Ela reclamou, porque até os exames causavam desconfortos, mas repetiu. Ao levar para o médico, ele, surpreso, disse: “Dona Odete, a senhora não tem mais nada na região afetada. Eu não estou entendendo o que aconteceu!”

Quando ficamos sabendo do resultado, eu tinha certez a do que estava acontecendo. Minha mãe foi agraciada por um milagre, porque Deus não desampara os seus filhos. A benção foi de longa escala, pois durante o tratamento ainda que doloroso, ela superou e permaneceu perseverante e confiante em Deus. Quando pensávamos que íamos passar mais 12 meses na compania dela, hoje posso dizer que Deus nos deu um presente maravilhoso! Estamos em 2010 e faz exatamente 20 anos que esse milagre aconteceu com minha mãe, e ela está forte, em plena atividade, não extraiu nenhum órgão do corpo, nem mesmo os que foram afetados naquela ocasião. Por esse motivo eu repito “Eu acredito em milagre!”

 

 

Texto enviado por Davi Lira. Membro da IASD do IBES (Vila Velha – ES), recentemente mudou-se para a cidade de Joinville – SC, com sua esposa. Seu filho mais novo – Kacio – cursa Publicidade e Propaganda no UNASP, Campus 2, e sua filha mais velha – Karyne – é editora do Mulher Adventista.

5 Comentários


  1. Que exemplo de perseverança e confiança a todos nós.


  2. Foi muito importante para mim abrir meu email pela manhã e ter um lindo testemunho a respeito do que meu Deus pode fazer por nós
    Obrigado1


  3. Ao ler esse artigo fiquei confiante no Deus que eu sirvo
    ele é o Deus do impossivel

    Deus seja louvado!!!


  4. e muito poder ler artigos tao confiantes, eu acredito em milagres tambem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.