“Amabilidade” – Lição 6

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

O dicionário define amabilidade como “s.f. Polidez afável, cortesia, fineza, obséquio; complacência”

Abaixo, seguem algumas citações sobre esse atributo do Fruto do Espírito. Reflita e faça sua auto-análise. Pense no que Deus pode fazer em sua vida para que esse atributo faça parte do seu caráter:

“O cristão verdadeiro e amável é o mais poderoso argumento, que se possa apresentar em favor da verdade bíblica.” – ‘Nos Lugares Celestiais’, Meditação Matinal de 1968, pg.378 de 7 de novembro.

“Se nos humilhássemos perante Deus, e fôssemos bondosos e corteses, compassivos e piedosos, haveria uma centena de conversões à verdade onde aora há apenas uma.” (Ellen White, Testemunhos para a Igreja, v. 9, p. 189)

“João não possuía por índole a amabilidade de caráter que sua experiência posterior revelou. Ele tinha, por natureza, graves defeitos. Não somente era orgulhoso, presumido e ambicioso de honras, mas impetuoso e vingativo quando injuriado. Ele e seu irmão eram chamados “filhos do trovão”. Mar. 3:17. O mau gênio, o desejo de vingança, o espírito de crítica, tudo isso se encontrava no discípulo amado. Mas atrás dessas coisas o divino Mestre viu o ardente, sincero e amante coração. Jesus repreendeu seu egoísmo, desapontou suas ambições, provou-lhe a fé. Mas revelou-lhe o que sua alma almejava – a beleza da santidade, o transformador poder do amor.” Atos dos Apóstolos, pg 540

” Ao esperarem os discípulos pelo cumprimento da promessa, humilharam o coração em verdadeiro arrependimento e confessaram sua incredulidade. Ao trazerem à lembrança as palavras que Cristo lhes havia dito antes de Sua morte, entenderam mais amplamente seu significado. Verdades que lhes tinham escapado à lembrança lhes voltavam à mente, e eles as repetiam uns aos outros. Reprovavam-se a si mesmos por não haverem compreendido o Salvador. Como numa procissão, cena após cena de Sua maravilhosa vida passou perante eles. Meditando sobre Sua vida pura, santa, sentiram que nenhum trabalho seria árduo demais, nenhum sacrifício demasiado grande, contanto que pudessem testemunhar na própria vida, da amabilidade do caráter de Cristo.” Atos dos Apóstolos, pg 36

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.